A casa que não serve para nada


Um pobre mendigo bateu um dia à porta de uma casa para pedir um pedaço de pão, porém o dono do lugar o recebeu com agressividade :

– Como é que você quer que eu arrume pão para você? Achas que minha casa é uma padaria ?

– Então me dê um pouco de toucinho.

– Que eu saiba, não tem na frente de minha porta uma placa indicando que aqui é um açougue.

– Me dê ao menos um punhado de farinha…

– Onde é que você está vendo as pás de um moinho ?

– Então um simples copo de água.

– Isso aqui também não é um rio.

Então o mendigo baixou as calças e fez tranquilamente suas necessidades na frente da porta.

– Mas o que é que você está fazendo aí ? – berrou o dono da casa,  indignado.

– Se não tem nada para beber nem para comer, como é que alguém pode viver aí ? Então deduzi que isso aqui é uma ruína, própria para servir de sanitário.

Conto do poeta místico persa Rumi (1207-1273)

Discutindo filosofia

Aí está uma resposta bem dada! O que uma pessoa incapaz de uma caridade e de uma partilha merece ? Será que é mesmo digna de ser chamada de ser humano ?

Fonte : Fábulas filosóficas, Michel Piquemal e Philippe Lagautrière, Companhia Editora Nacional.

Anúncios

Um comentário sobre “A casa que não serve para nada

  1. Olá,
    Gostaríamos de receber o e-mail para contato do dono do site ou responsável pela área comercial/marketing para enviar uma oferta de conteúdo e produtos gratuitos para os usuários de seu site. E também, remuneração que ajudará o seu site a ter retorno financeiro e aumentar suas visitas. Favor enviar o e-mail de resposta para: roberto@editoraquantum.com.br
    Atenciosamente,
    Roberto Lion Motta

    Editora Quantum – Revista VendaMais
    http://www.editoraquantum.com.br

Os comentários estão desativados.