O Diálogo


Venho falando a respeito dessa situação há algum tempo. Comunicação. Diálogo.

No consultório, assim como na vida cotidiana, já tomei conhecimento de várias uniões que se dissolveram por falta de diálogo entre as partes.

Falar sobre planos, preocupações comuns, necessidades afetivas e materiais, dentre outros assuntos, leva à unificação das idéias, dos sentimentos, das mágoas, permitindo a compreensão de um pelo outro e quando trazidos, então, à luz possibilitam observar, com clareza, aquilo que antes parecia turvo, indistinto.

Discutir pontos de vista, idéias, com a intenção de demonstrar erudição, sapiência (mesmo que acanhada) sobre determinado assunto com o fito de sobrepujar o outro em nada melhora um relacionamento.

Saber dialogar significa saber falar mas, também, saber ouvir. Significa ouvir com atenção a outra pessoa. Gestos comedidos, tom de voz moderado e postura adequada à situação são os componentes básicos de um bom diálogo.

Não prejulgue; não evoque erros do passado como armas de defesa no presente; não tome posição imediatamente sem analisar as consequências de sua fala e de seus gestos.

Você errou ? Peça desculpas. Ainda não chegou a esse estado de grandeza pessoal ? Comece a refletir sobre sua onipotência.

Você não erra; os outros, sim. Pedir perdão é fraqueza ? Coitado de você. Não enxerga mais de um palmo. Não sabe dialogar por quê é grosseiro ? Como foi sua infância ?

Inicie um diálogo com você mesmo de forma autêntica, verdadeira. Você se conhece ? Conhece seus pontos fortes e fracos ?

Saiba que ” ninguém com razão pode julgar ou censurar o outro porque ninguém conhece o outro realmente “. (Sir Thomas Brown).

Quantas relações, que pareciam maravilhosas, sucumbiram ante à insensatez de um diálogo doentio, perverso ? ” Eu sou assim e não vou mudar “; quantas vezes já ouvi essa expressão dentro e fora do consultório.

Pensando e agindo dessa forma alguém está preparado para viver em seu lar, na sociedade usufruindo do bem querer, de amizades sólidas e duradouras ? Ou, pelo contrário, sem habilidade (não confundir com hipocrisia) permeará seu caminho e o dos outros com desatinos, inconsequências, irresponsabilidades pessoais e sociais ?

Quando você manda, alguém lhe obedece, verdadeiramente ? Só lhe obedecem quando você grita e briga ? Ainda não aprendeu que a melhor arma contra a violência é a paz ? Que o melhor pagamento do salário do ódio é o amor ?

Aprenda que o diálogo deve ser rico de conhecimento, livre e respeitoso entre as partes. Em uma relação afetiva, com o diálogo, ninguém perde, só ganha.

Chegar a Sócrates, Platão, para manter um bom diálogo ? Conhecer a dialética profundamente para entabular uma boa conversação ?

Nem tanto, mas, com certeza, onde existe amor, existe diálogo sadio.

AMOR, COMPREENSÃO, DISCERNIMENTO. ( Jesus, de Nazaré).

Anúncios