Pessoas fortes e elevadas


A ascensão de pessoas inferiores é a representação de uma situação  que é perigosa e desfavorável cujas possíveis consequências devem ser compreendidas e prevenidas a tempo.

Aquelas que são predestinadas à união, entre as quais há um mútuo depender, devem vir um ao encontro do outro. Mas nesse movimento de vir ao encontro se deve estar livre de intenções não reveladas, pois do contrário isso causaria malefícios.

Quando um elemento inferior surge numa intromissão indevida, é necessário contê-lo de imediato e com energia.

O elemento inferior não sofre violência, porém é mantido sob suave controle.

Pessoas insignificantes devem ser toleradas de modo a que permaneçam bem dispostas para conosco. Assim poderemos contar com elas quando o necessitarmos.

Um homem elevado e forte,  seguro de si, precisa proteger com tolerância os subordinados que estão sob sua responsabilidade. Ele possui em seu interior as linhas firmes da ordem e da beleza, mas não as ostenta. Ele não molesta seus subordinados com ostentações ou advertências cansativas.

Ao contrário, os deixa em completa liberdade, confiando firmemente no poder transformador de uma personalidade forte e íntegra. O destino é favorável.

Há pessoas que num digno sentimento de amor-próprio se mantêm afastadas de tudo o que é baixo, rechaçando-o bruscamente sempre que o encontram. Essas pessoas são criticadas como orgulhosas e inacessíveis, mas como não estão mais presas ao dever de agir no mundo, isso não tem grande importância. Sabem tolerar com tranquilidade a antipatia das massas.

Fonte : I Ching, o livro das mutações, Richard Wilhelm, Editora Pensamento, São Paulo.
Anúncios