Jesus dos 13 aos 30 anos


Foi difícil. Estudei, pesquisei, relutei. Fiquei, por diversas vezes, em dúvida.

Antes de tudo, todavia, quero salientar a minha fé em Deus e em Jesus, de Nazaré. Ainda não com a intensidade da crença que eu desejo.

Já leio, estudo a vida de Jesus há alguns anos e, cada vez mais, fico maravilhado com seus ensinamentos contidos no Novo Testamento, em documentos apócrifos, agnósticos, em mensagens espiritualistas.

Não desejo criar polêmicas com quem quer que seja pois, apesar de não ser religioso, respeito a forma, a maneira de cada um “encontrar” o nosso Pai maior.

Desejo, ardentemente, ser compreendido, até porque Jesus nos legou três palavras maravilhosas : AMOR, COMPREENSÃO, DISCERNIMENTO.

Na minha família existem católicos, protestantes, espíritas, ateus (talvez) e todos buscando, ao seu modo, o encontro com nosso Deus creador. Procuramos viver em paz conforme Jesus ensinava, apesar de que querer e vivenciar isso nos tempos atuais é necessitar de bastante elevação espiritual. 

Não considero Jesus um filósofo, líder de massa, anarquista ou camponês medíocre como muitos já fizeram mas, tão sòmente, e isso me basta, um meu irmão e Mestre maior.

Nessa busca sobre sua vida li diversos livros que narram sua trajetória na Terra : “Jesus, dos 13 aos 30 anos “, de Francisco K. Werneck, os Evangelhos Canônicos, ” A vida desconhecida de Jesus Cristo “, de Nicolau Notovitch, ” Da Esfinge ao Cristo “, de Edouard Schuré, ” Operação Cavalo de Tróia “, livros 1 a 8, de J.J.Benitez, ” Evangelho de Jesus, o Cristo, para  a Era de Aquário “, de Levi H. Dowling, ” O Código Da Vinci “, de Dan Brown, ” O Enigma Maria Madalena “, de Gerald Massadié, ” O Último Evangelho “, de   David Gibbins, “A Vitória do Cristianismo “, na revista Aventuras na História/Super Interessante, ” As parábolas de Jesus “, na mesma revista, ” Jesus, uma visão histórica e religiosa sobre o Homem e o Messias “, na revista Grandes Líderes da História/Arte Antiga e tantos outros documentos que não recordo, no momento.

Muito pouco, dirão alguns. É verdade ! Mas, também, não posso afirmar, com certeza absoluta, que os acontecimentos do Concílio de Nicéia, em 325 d.C, sejam o momento verdadeiro do início do conhecimento sobre o Mestre.

Não sou capaz de entrar no mérito do que fizeram os bispos Eusébio, Irineu e Tertuliano nem emitir juízo de valor sobre a escolha dos quatro Evangelhos que se tornaram canônicos. 

Jesus passeou pelas colinas ao noroeste de Nazaré, escalou o monte Arbor, quando criança em companhia de seu pai José ? Jesus avistou Jerusalém, pela primeira vez, ao entardecer da quinta-feira, no dia 7 de abril do ano 7, em companhia dos seus pais José e Maria ? Nessa viagem conheceu Lázaro, seu melhor amigo, filho de Simão, que morava em Betânia, onde dormiu, na quarta-feira, 13 de abril do mesmo ano, com autorização de seus pais ?

Jesus estudou e viveu na comunidade dos Essênios, no monte Carmelo ? Êle recusou, se foi verdade, o convite para chefiar os zelotes pela libertação da Palestina ? Jesus recusou casar com Rebeca, moça da aldeia de Nazaré ? Tantas indagações !

Sabe-se que, após a morte de seu pai José, em Séforis, Jesus assumiu os deveres da casa. Devido ao seu trabalho como carpinteiro e pela localização de Nazaré, próxima ao entroncamento da Via Mars, estrada construída pelos romanos e que ligava Damasco ao Egito, o Mestre  aprendeu, também, em contato com as pessoas que iam e vinham nas caravanas, o Koiné (o grego “internacional”) e os usos e costumes dos diversos povos que viviam além dos limites da sua região.

Fala-se de suas diversas viagens à Índia, ao Tibete/Nepal, à Síria e, até, à Inglaterra, em companhia de José de Arimatéia.

Não sei. Também dizem que Êle falava : “só a verdade vos libertará “. De quê ? Alguns citam que Jesus, também, advertia : ” só existe uma luta na Terra : a luz contra as trevas “. Dia versus noite ? Ou ignorância versus elevação espiritual ?

Só sei que Êle veio falar e ensinar o AMOR. Humilde, majestoso, nunca enfatizava seus ” milagres “. Apenas dizia : “tua Fé te curou “.

Mas, voltando à sua vida antes do seu ministério. Êle esteve, mesmo, durante 40 dias, no monte Hermon ? Leia-se deserto, êrmo.

Aprendeu a Torá, as Escrituras Sagradas, os Vedas, a Cabala, o Alcorão, etc. ? Que conhecimento maravilhoso.

Cuidou de sua mãe e de seus irmãos menores ? Falava, mesmo, sôbre ” êrro e compreensão ” e não sobre ” pecado e arrependimento ” ? E depois ?

Houve o ” complô ” de Maria Madalena, José de Arimatéia, Nicodemos e outros para retirá-lo da cruz antes do tempo costumeiro ? E por quê suas tíbias não foram quebradas, como era o costume ? As pessoas crucificadas morriam por asfixia. 

Foi retirado do sepulcro, no horto de José de Arimatéia, e levado para Damasco na casa de Dositeu, seu ” irmão ” dos Essênios, quando esteve no monte Carmelo ?

Foi para o Oriente e morreu aos 70 anos, mais ou menos, e enterrado na cidade de Srinagar, na Cachemira, com seu túmulo conhecido como Rozabal (” a tumba do profeta “) ?  Esta é a tese do editor da revista espanhola ” Mundo Desconocido ” e autor do livro ” Jesus viveu e morreu na Cachemira “, Andreas F. Kaiser.  

A vida do Mestre foi, é e será, para sempre, maravilhosa. Não me interessam as ” filigranas “. O que me interessa são seus ensinamentos : ” não procurai meu Pai fora e sim dentro de vós “; ” amar quem nos ama não tem recompensa, a recompensa está em amar quem não nos ama “; ” não erigeis templos ao meu Pai “; ” mais fareis vós do que eu se assim o quiserdes ” e tantos outros maravilhosos ensinamentos.

Jesus e Santo Issa são a mesma pessoa ?

Para finalizar, quero salientar, mais uma vez, que o objetivo desta matéria não é de discriminação, criar inquietação em pessoas devotas e crentes em sua fé, nem mostrar uma ” verdade ” (até porque não conheço e nunca ouvi falar sobre alguém na Terra que seja dono da verdade) ou de qualquer tipo de preconceito.

O que me interessa é que eu possa dizer que Êle é o Mestre dos Mestres.

Que Êle me dá ânimo e força, dia após dia, para encontrar a centelha divina que existe em cada um de nós.

Obrigado, Mestre !

Anúncios