O Espelho e o Dinheiro


Um dia, um menino perguntou a seu pai:

– Pai, o que é o dinheiro?

O homem refletiu um momento, depois pegou um pedaço de vidro comum e o colocou diante dos olhos da criança.

– Olhe através do vidro!

Através do vidro, o menino podia ver seu pai,  as pessoas que passavam na rua, o vaivém dos carros.

Depois o pai pegou uma tinta prateada e cobriu com ela uma parte do vidro, para lhe dar a superfície de um espelho.

– Agora, olhe! – disse ele.

Mas nesse vidro o menino só podia ver próprio rosto.

– Aí está o perigo do dinheiro – acrescentou seu pai. – Ele o leva a enxergar somente você mesmo.

Conto Judeu

“Filosofando” :

A mensagem do conto é clara: a riqueza leva ao egoísmo. Ela nos estimula a não mais enxergar os outros para nos interessarmos apenas por nós mesmos.

Mas será que só os ricos é que são egoístas?

Fonte : Fábulas Filosóficas – Michel Piquemal e Philippe Lagautrière, Companhia Editora Nacional

Anúncios

Um comentário sobre “O Espelho e o Dinheiro

  1. Como diz o poeta: “O cofre do banco contém apenas dinheiro. Frustar-se-á quem pensar que nele encontrará riqueza.” (Carlos Drummond de Andrade)

Os comentários estão desativados.