Jesus dos 13 aos 30 anos


Foi difícil. Estudei, pesquisei, relutei. Fiquei, por diversas vezes, em dúvida.

Antes de tudo, todavia, quero salientar a minha fé em Deus e em Jesus, de Nazaré. Ainda não com a intensidade da crença que eu desejo.

Já leio, estudo a vida de Jesus há alguns anos e, cada vez mais, fico maravilhado com seus ensinamentos contidos no Novo Testamento, em documentos apócrifos, agnósticos, em mensagens espiritualistas.

Não desejo criar polêmicas com quem quer que seja pois, apesar de não ser religioso, respeito a forma, a maneira de cada um “encontrar” o nosso Pai maior.

Desejo, ardentemente, ser compreendido, até porque Jesus nos legou três palavras maravilhosas : AMOR, COMPREENSÃO, DISCERNIMENTO. Continuar lendo

Força CHILE


Nossa tristeza pela tragédia que abalou o povo chileno. Nossa solidariedade, nossa força e nosso amor para os irmãos da América do Sul.

Nuestro dolor por la tragedia que sacudió al pueblo chileno. Nuestra solidaridad, nuestra fuerza e nuestro amor por nuestros hermanos de America del Sur.

Que as graças do Grande Pai encham de resignação as pessoas que tiveram falecidos seus entes queridos e que possibilitem o soerguimento desse país no menor espaço de tempo e que como a fênix ressurja com projeção maior no cenário mundial.  

Que el agradecimiento de la Gran Padre de la renuncia para llenar las personas cuyos seres queridos fallecidos y para permitir la elevación de ese país en el menor tiempo y al igual que el aumento de Phoenix de nuevo com mayor proyección en al escena mundial.

São os desejos de todos nós, brasileiros ! Para a frente, CHILE.

Estos son los deseos de todos nosotros los brasileños !

Adelante, CHILE. 

História Maluca


Loucura para loucos                                                                                           

O ilustre médico Felipe Pinel (1745/1826), um dos pais da Psiquiatria moderna curtia experimentar métodos para curar a loucura. Em 1793, entrou no desvario de um homem que  se dizia perseguido pelo Regime de Terror francês. Para curá-lo, Pinel forjou um julgamento e o absolveu. O louco ficou seis meses quieto. Depois, a mania voltou.

Repelente racial

Engana-se quem pensa que os índios americanos são chamados “pele-vermelhas” por causa de sua cor. Afinal, o tom de pele da maioria deles é mais marrom que a pele avermelhada de inglês queimado de sol que aportou por lá. É que os primeiros índios que os cara-pálidas encontraram usavam uma pasta vermelha feita de vegetais para cobrir seus corpos e evitar picadas de mosquitos.

Promoção !

Atenção, descendente de Gêngis Khan: você pode ganhar um almoço grátis em Londres. O restaurante Shish, em parceria com a Oxford Ancestor, oferece a todos um teste genético baseado em taxas de semelhança dos cromossomos Y dos primeiros descendentes de Khan. Quem for identificado como seu chegado come na faixa.

Fonte :Leandro Narloch, Super Interessante, Aventuras na História

Resiliência, um novo paradigma ?


 

continuação…

Algumas pessoas, negativistas ou pessimistas, transformam suas dificuldades em lamentos, lamúrias, assumindo um papel de vítimas e necessitando, em sua grande maioria, da piedade de outras pessoas.

Some people, negativistas or pessimists, transform their difficulties in laments, whining, assuming a paper of victims and needing, in their great majority, of the other people’s mercy.
 Outros indivíduos são otimistas. São esperançosos, confiantes e sabem que suas realizações acontecerão, mais cedo ou mais tarde, para o êxito de suas atividades.

Other individuals are optimistic. They are hopeful, confident and they know that their accomplishments will happen, sooner or later, for the success of their activities.

Mesmo com os estudos mais avançados, atualmente, não se sabe, contudo, se algumas pessoas nascem resilientes ou se ” algumas situações vivenciadas influenciam no seu desenvolvimento nas pessoas “.

Even with the most advanced studies, now, it is not known, however, if some people are born resilient or if ” some lived situations influence in their development in the people “.

Maslow designou ” auto-atualizadoras ” as pessoas que conseguiram superar sem traumas questões de grande sofrimento. Envolveram-se em causas estranhas a si mesmas; observam com mais nitidez a realidade, são capazes de amar a si mesmas, aos outros e a natureza. 

Maslow designated ” solemnity-atualizadoras ” the people that got to overcome without traumas subjects of great suffering. They wrapped up in strange causes to themselves; they observe with more clearness the reality, they are capable to love themselves, to the other ones and the nature

Pessoas mais espontâneas, com relações interpessoais mais profundas e internas, com caráter mais democrático, aguçado senso de humor e com autonomia e independência à cultura e ao meio ambiente são mais resilientes.  

More spontaneous people, with relationships deeper and internal interpessoais, with more democratic character, sharpened sense of humor and with autonomy and independence to the culture and the environment are more resilient.

Costa, assim como Vicente, acreditam que a resiliência não è privilégio de alguns poucos e que ela pode ser promovida por cada um de nós. E Vicente salienta, ainda, a existência de vínculos afetivos para a promoção da resiliência.

Costa, as well as Vicente, they believe that the resilience no  privilege of some few and that she can be promoted by each one of us. And Vicente points out, still, the existence of affectionate bonds for the promotion of the resilience.

continua…

O Leão e o Inseto


Um inseto se aproximou de um leão e disse sussurrando em seu ouvido :”Não tenho nenhum medo de você, nem acho você mais forte que eu. Se você duvida disso, eu o desafio para uma luta, e assim, veremos quem será o vencedor”.

E voando rapidamente sobre o leão, deu-lhe uma ferroada no nariz. O leão, tentando pegá-lo com as garras, apenas atingia a si mesmo ficando assim bastante ferido.

Desse modo o inseto venceu o leão, e entoando o mais alto que podia uma canção que simbolizava sua vitória sobre o Rei dos animais, foi embora relatar seu feito para o mundo.  Mas, na ânsia de voar para longe e mais rapidamente espalhar a notícia, acabou preso numa teia de aranha.

Então, se lamentou, dizendo:”Ai de mim, eu que sou capaz de vencer a maior das feras, fui vencido por uma simples aranha “.

Moral da estória :

O menor dos nossos inimigos é frequentemente o mais perigoso.

(ESOPO)

A Ilha da Madeira


A Ilha da Madeira é banhada por águas da corrente do Golfo. Com os seus Verões quentes e confortáveis e Invernos suaves torna-se um destino de férias encantador, durante todo o ano. Montanhas acidentadas, com espectaculares vistas panorâmicas, contrastam impressionantemente com o verde exuberante das vinhas, bananeiras e plantações e com o brilho intenso das flores sub-tropicais. (Portugal Live).

O povo português não está sozinho a lamentar suas perdas e a chorar por seus compatriotas. Nós, brasileiros, não só nos solidarizamos como, além de tudo, nos irmanamos com essa brava gente que já ” navegou por mares nunca dantes navegados “.

Irmãos portugueses recebam nossa solidariedade, nosso carinho e nosso amor com a certeza de que, muito em breve, haveremos de sorrir em festejos de reorganização dessa bela ilha do Atlântico.

” Cada manhã é um renascimento. Os problemas do passado já desapareceram “. (Seicho-No-Ie).

Avante, Portugal !

Resiliência, um novo paradigma ?


Psiquiatras e psicólogos (as), principalmente, sabem que nem todos os seres humanos possuem recursos internos semelhantes para enfrentar situações adversas e com condições de superá-las, até porque, também, sabem esses profissionais que aspectos biológicos e socioculturais influenciam essa diferenciada habilidade de sobreviver às perdas.

Psychiatrists and psychologists (the), mainly, know that nor all of the human beings possess similar internal resources to face adverse situations and with conditions of overcoming them, especially because, also, they know those professionals that biological and sociocultural aspects influence that differentiated ability to survive to the losses.

Palavra que tem origem do latim resilere, saltar para trás. (Lello Universal, Dicionário Enciclopédico Lus0Brasileiro). É definida de acordo com o seu emprego em diversas áreas do conhecimento humano e o seu significado conduz ao mesmo entendimento e converge para um ponto central.

Word that has origin of the Latin resilere, to jump back. (Universal Lello, Encyclopedic Dictionary Lus0Brasileiro). It is defined in agreement with it job in several areas of the human knowledge and it meaning leads to the same understanding and it converges for a central point.

” Em ciências humanas representa a capacidade de um indivíduo, mesmo em um ambiente desfavorável, construir-se positivamente frente às adversidades “.

Desde que o ser humano existe, as dores psíquicas fazem parte de sua vida. Mas, também, sabemos que pessoas sempre conseguiram sobrepujar os traumas e refazer parcialmente, talvez, seu arcabouço psíquico. Outros, não; seu universo psíquico tornou-se permanentemente deteriorado por um longo tempo.

” In humanities it represents an individual’s capacity, even in an unfavorable atmosphere, to build front positively to the adversity, misfortune; tribulation; rough”. Since the human being exists, the psychic pains are part of his/her life. But, also, we know that people always got to surpass the traumas and to redo partially, maybe, his/her psychic outline. Other, not; his/her psychic universe became permanently deteriorated by a long time.

Sabemos, hoje, que “as condições de retomada do próprio desenvolvimento após uma experiência traumática ” são entendidas como um conceito de resiliência.

We know, today, that “the conditions of retaking of the own development after a traumatic experience ” they are understood as a resilience concept.

Continuar lendo

A Arte da Espada


Um jovem foi visitar um mestre de artes marciais e lhe pediu :

– Mestre, eu queria aprender a arte de lutar com a espada. De quanto tempo vou precisar ?

– Dez anos.

– Tudo isso ? É tempo demais ! Não vou ter tempo nunca…

– Então, vinte anos.

– Mas é tempo demais !

– Então, trinta anos !

(Conto Zen)

Discutindo filosofia

Se este texto elogia os méritos da paciência, também nos ensina algo bem mais sutil. Quando queremos aprender alguma coisa, é muito importante o estado de espírito com que encaramos essa aprendizagem.

Se achamos que o tempo é longo antes mesmo de começar, vamos fracassar, não ? Por que o mestre aumentava o tempo de duração do aprendizado á medida que o jovem ficava perturbado ? Na sua opinião, esse jovem chegará um dia a aprender a arte da espada ?

Fonte: Fábulas filosóficas, Michel Piquemal e Philippe Lagautrière, Companhia Editora Nacional

Tudo certo à mesa, com certeza!


continuação…

Serviço à Inglesa

Por ser bastante prático e elegante, esse serviço é utilizado, com muita frequência, em restaurantes e em outros eventos.

Similar ao serviço à francesa, em alguns aspectos, esse serviço, também, se utiliza do mesmo modo de servir os alimentos (pela esquerda) e bebidas (pela direita) às pessoas e retirar ou colocar pratos e talheres (todos pela direita).

Os alimentos são apresentados e servidos pelo garçom, em bandejas apoiadas sobre sua mão esquerda. Êle serve os convidados manipulando os alimentos com o garfo e a colher como uma pinça.

Outra maneira à inglesa é a utilização da gueridom (mesa auxiliar), ao lado da mesa do comensal. Não se sirva; o garçom fará isso por você e o servirá pela direita.

Serviço à Americana

Quando os eventos são descontraídos ou quando o espaço for pequeno para receber todos os convidados à mesa deve-se optar por esse tipo de serviço cujas principais características são a praticidade e a liberdade.

Os convidados se servem e retornam aos seus lugares escolhidos por eles mesmos com total liberdade em cadeiras e/ou sofás espalhados pelo recinto.

Como se servir:

° coloque o guardanapo na mão esquerda, sobre êle ponha o prato, sirva-se, pegue os talheres e acomode-se. Sem mistério!

° nunca se sente à mesa principal

° respeite a fila.

continua…

Tudo como dantes no quartel d’Abrantes


ABRANTES,  cidade portuguesa pertencente ao Distrito de Santarém, região Centro e subdivisão do Médio Tejo, com cerca de 17.830 habitantes, ergue-se numa colina a 1 m da margem direita do Rio Tejo, à altitude média de 1 m, dominando todo o vale desde o oeste de Belver até Constância.

É sede de um município com  714,73 km² de área e 39.987 habitantes (2008), subdividido em 19 freguesias. A densidade demográfica é de 56 h/km².

O município é limitado a norte pelos municípios de Vila de Rei, Sardoal e Mação, a leste por Gavião, a sul por Ponte de Sor e a oeste por Chamusca, Constância, Vila Nova da Barquinha e Tomar.

Sua gastronomia é maravilhosa destacando-se as doçarias: palha de Abrantes, tigeladas, lampreia de ovos, bolo real, broas de Abrantes, paraísos e queijos-do-céu.

Fonte: Wikipedia, a enciclopédia livre. Continuar lendo

Palavras Sábias


Algumas vezes, os caminhos que tomamos são longos e difíceis, mas lembre-se: esses são sempre os que levam às paisagens mais belas.
Os desafios acontecem, inevitavelmente; como reagir a eles determina quem você é – lá dentro de si – e tudo em que você vai se tornar.
Aumente as chances de atingir suas metas trabalhando-as gradualmente.
Fazer o melhor possível é o que se espera de você.
Perceba que você é capaz de operar seus próprios milagres. Lembre-se que depende de você encontrar a chave que abre a porta para uma vida mais plena.
Entenda que as crescentes dificuldades deixarão você mais perto da verdade de como sobreviver a elas – e ir além.
Atravesse suas pontes.
Vá ao encontro de seus desafios. Estenda as mãos para seus sonhos e os aperte cada vez mais forte junto ao coração.
Livre-se de expressões do tipo “ah, se ao menos…” e proceda ao que for necessário para acertar tudo em sua vida.

Fonte :Katiabueno.blogspot.com

Os idiomas na História


Todos sabemos que as palavras acompanham a História das conquistas dos impérios, são propagadoras de idéias que influenciaram e continuam influenciando pessoas em todo o planeta  e  são utilizadas em anúncios de mercadorias que todos compramos, dentre tantas outras utilidades.

Essas palavras, componentes dos vários idiomas da Terra, foram de vital importância para a comunicação entre os diversos povos na trajetória de identidades culturais milenares.

Podemos contar essa trajetória, de maneira resumida, assim:

° Sumério e Acadiano (3500 a.C). A primeira língua franca do mundo foi a dos sumérios que foram os pioneiros da escrita. No período entre 3500 e 3000 a.C foi o idioma falado do norte da África à Ásia Menor. Com a fundação da dinastia Acádia, em 2470 a.C, essa língua difundiu-se por toda a Mesopotâmia.

° Aramaico (730 a.C). Esse idioma, originário na Síria, tornou-se a língua internacional, durante os impérios da Assíria e da Babilônia. Foi falada desde o Egito até a India e na região da Palestina suplantou o hebraico, no período de 721 a 500 a.C.

° Persa (550 a.C). Nesse intervalo de tempo, o príncipe Ciro, o Grande, expandiu o império com a incorporação de uma vasta área de terra que incluia a Babilônia, o Egito e a Macedônia. Com as derrotas para os gregos, o império persa enfraqueceu e acabou conquistado por Alexandre, o Grande.

° Grego (330 a.C). Apesar de ser falado em todo o leste do Mar Mediterrâneo, devido ao intenso comércio marítimo das cidades gregas, esse idioma, com as conquistas de Alexandre, espalhou-se para o Oriente e para o Afeganistão, principalmente. Foi amplamente falado até 1453 e influenciou línguas atuais como o Português.

° Latim (200 a.C). Originou-se no Lácio (a Itália, atualmente) e, com as conquistas romanas, espalhou-se pela Europa. Mesmo com a queda do Império Romano mas com a influência da Igreja Católica o latim continuou sendo falado por longo tempo. Deu origem às línguas latinas: italiano, espanhol, português e romeno.

° Árabe (século 14). Para intermediar o comércio das cidades de Gênova e Veneza com o Oriente, durante o Império Otomano, o árabe foi o idioma preferido pelos comerciantes.

° Português e Espanhol (século 15). Com as conquistas marítimas de Portugal e Espanha esses idiomas expandiram-se pela Ásia, África e América.

° Francês (século 16). Espalhou-se pela Europa devido à fôrça cultural desse país e era falado pela corte e pela diplomacia, principalmente.

° Inglês (século 20). Com o fim da Segunda Guerra Mundial, os Estados Unidos surgiram como a grande potência mundial e transmitiram sua cultura, seus costumes e o idioma para o Japão e a outra nações. Tornou-se o idioma mundial dos negócios, do turismo e, até, dos assuntos culturais.

Fonte: http://www.abril.com.br

Tudo certo à mesa, com certeza!


Muitas pessoas ficam receosas quando promovem ou são convidadas para almoços ou jantares formais, principalmente, ante a possibilidade de cometerem gafes em plena atividade social.

Saiba que dúvidas sobre como se portar à mesa sâo mais comuns do que imaginamos e não devem comprometer a elegância nesse papel de anfitrião ou convidado.

Para evitar pequenos desacertos basta seguir algumas regras sociais do conhecimento de quase todas as pessoas. É um encontro descontraído entre amigos ou um evento luxuoso ?

De uma forma ou de outra, esse acontecimento passa pelo TIPO DE SERVIÇO mais adequado, salientando-se, aqui, o serviço à francesa, à inglesa e à americana. Continuar lendo

O nosso planeta está melhor ?


Estatísticas mundiais divulgadas, há pouco tempo, permitem assegurar que o mundo está mais alfabetizado, melhor alimentado, mais saudável. Entretanto, nem todas as notícias são boas.

Ainda há conflitos armados e muitas agressões ao meio ambiente em quase todas as regiões do planeta.

Para que você possa tirar suas conclusões apresentamos, abaixo, alguns desses dados:

° fome infantil   –   1990 (32%)          2007 (26%)

° mortalidade infantil   –   2001 (57/1000)         2009 (45/1000)

° dentes com cáries/criança   –   2000 (4,5 dentes)   2009 (2,5 dentes)

° crianças na escola   –   2000 (84%)          2007 (90%)

° acesso à água limpa   –   1990 (77%)         2004 (83%)

° adultos alfabetizados       –     1990 (70%)                 2005   (82%)

° saneamento básico         –       1990 (48%)                 2004   (56%)

° nutrição                –  1970 (2400 cal/dia)     2002 (2700 cal/dia)

° jornada semanal trabalho  –  1990 (40 horas)  2009  (34 horas)

° pobreza extrema       –      1990 (42%)                  2005 (25%)

° mortes por doenças infecciosas – 1993 (16,4 milhões) 2002 (14,7 milhões)

° expectativa de vida   –   1977 (62 anos)          2007 (69 anos)

° estradas asfaltadas – 2000 (16 milhões km)   2009 (19 milhões km)

° riqueza per capita   –  1990 (5000 dólares)     2007 (7500 dólares)

° gastos militares        –   1989 (3,9% pib mundo)   1990 (2,4% pib mundo)

° acesso à banda larga   –   2000 (2%)          2009 (10%)

Porém, outras notícias divulgadas não são satisfatórias. Observe, abaixo : Continuar lendo

OS LIVROS


Não é de hoje que pessoas ressaltam a importância da leitura em nossas vidas. “Ler um bom livro”. “O livro é o melhor amigo do homem”, dizem outras.

Não digo que seja o melhor amigo do ser humano mas, concordo plenamente, que os livros são de fundamental importância para o crescimento e desenvolvimento das pessoas em seus diversos aspectos existenciais.

Leitura sadia, agradável; didática, romanesca, ficção, conhecimentos diversos. São informações preciosas e fidedignas, em sua maioria, que ajudam a consubstanciar nosso caráter, nossa personalidade.

Alguns benefícios da leitura foram salientados por Neusa Sallai, Karina Simões e Clélia Cortez :

° desenvolve o repertório

ler é um ato valioso para o nosso crescimento pessoal e profissional

° amplia o conhecimento geral

além de ser envolvente, a leitura expande as referências e a capacidade de comunicação

° estimula a criatividade

ler é fundamental para soltar a imaginação. Por meio dos livros, criamos lugares e personagens

° aumenta o vocabuário

graças aos livros, descobrimos novas palavras e novos usos para as que já conhecemos

° emociona e causa impacto

quem já se sentiu triste ao fim de um romance sabe o poder que um bom livro tem

° muda sua vida

quem lê desde cedo está muito mais preparado para os estudos, para o trabalho e para a vida

° liga o senso crítico na tomada

livros, inclusive os romances, nos ajudam a entender o mundo e nós mesmos

° facilita a escrita

ler é um hábito que se reflete no domínio da escrita. Quem lê mais escreve melhor.

Um Tesouro Inestimável


É geralmente quando  não podemos dizer mais nada que gostaríamos de ter dito algo mais.
E por que não dizemos o que sentimos e esperamos sempre para o momento seguinte?
Por que não aprendemos, definitivamente, que a vida é o que temos agora e temos nas mãos o poder de fazer dela o que queremos, que podemos evitar os arrependimentos, que podemos, simplesmente, dar e receber dela o melhor que existe?
Nós conhecemos todas as regras do bem-viver. Nós conhecemos todos os caminhos que levam ao caminho do céu e sabemos exatamente o que devemos fazer. Continuar lendo

Terapia do Elogio



Renomados terapeutas que trabalham com famílias, divulgaram uma recente pesquisa onde se nota que os membros das famílias brasileiras estão cada vez mais frios: não existe mais carinho, não valorizam mais as qualidades, só se ouvem críticas.
As pessoas estão cada vez mais intolerantes e se desgastam valorizando os defeitos dos outros.
Por isso, os relacionamentos de hoje não duram.
A ausência de elogio está cada vez mais presente nas famílias de média e alta renda.
Não vemos mais homens elogiando suas mulheres ou vice-versa, não vemos chefes elogiando o trabalho de seus subordinados… não vemos mais pais e filhos se elogiando, amigos…etc.
Só vemos pessoas fúteis valorizando artistas, cantores… pessoas que usam a imagem para ganhar dinheiro e que, por consequência, são pessoas que tem a obrigação de cuidar do corpo, do rosto.
Essa ausência de elogio tem afetado muito as famílias.
A falta de diálogo em seus lares, o excesso de orgulho impede que as pessoas digam o que sentem e levam essa carência para dentro dos consultórios.
Vamos começar a valorizar nossas famílias, amigos, alunos, subordinados.
Vamos elogiar o bom profissional, a boa atitude, a ética, a beleza de nossos parceiros ou nossas parceiras, o comportamento de nossos filhos.
Vamos observar o que as pessoas gostam.
O bom profissional gosta de ser reconhecido, o bom filho gosta de ser reconhecido, o bom pai ou a boa mãe gostam de ser reconhecidos, o bom amigo quer se sentir querido, a boa dona de casa valorizada, a mulher que se cuida, o homem que se cuida, enfim vivemos numa sociedade em que um precisa do outro.
É impossível um homem viver sozinho, e os elogios são a motivação na vida de qualquer pessoa.
Quantas pessoas você poderá fazer felizes hoje elogiando de alguma forma?
Pense nisso!

A Fábula do Porco-Espinho



Durante a era glacial, muitos animais morriam por causa do frio.
Os porcos-espinhos, percebendo a situação, resolveram se juntar em grupos, assim se agasalhavam e se protegiam mutuamente, mas os espinhos de cada um feriam os companheiros mais próximos, justamente os que ofereciam mais calor.
Por isso decidiram se afastar uns dos outros e voltaram a morrer congelados. Então precisavam fazer uma escolha: ou desapareceriam da Terra ou aceitavam os espinhos dos companheiros.
Com sabedoria, decidiram voltar a ficar juntos.
Aprenderam assim a conviver com as pequenas feridas que a relação com uma pessoa muito próxima podia causar, já que o mais importante era o calor do outro.
E assim sobreviveram.

Moral da História
O melhor do relacionamento não é aquele que une pessoas perfeitas, mas aquele onde cada um aprende a conviver com os defeitos do outro e admirar suas qualidades.

A Sabedoria


A sabedoria só pode surgir, se você souber ficar sozinho…
Quando você está absolutamente sozinho, quando se esquece do mundo todo, quando é só você mesmo, totalmente feliz em seu íntimo, não há necessidade do outro, não há desejo de coisa alguma…
Nesse descanso interior do ser, brota a sabedoria… Sabedoria não significa conhecimento, e sim visão, clareza! Não significa informação, mas transformação!
Aprenda a ficar sozinho e a permitir que a sabedoria venha à tona em seu ser. Assim você poderá viver no mundo e, mesmo numa multidão, conseguirá ficar sozinho, sem ser afetado, sem se distrair ou se impressionar com qualquer coisa.
Você estará no mundo, mas não será do mundo.
Você não dependerá mais de nenhum comando externo, nenhum mandamento. Não dependerá da Bíblia, do Gita, do Alcorão. Terá encontrado a sua escritura própria, a voz de Deus dentro do seu coração…
Quando você estabelece uma linha direta com Deus, através do silêncio, você não necessita mais de informações externas. Mais e mais você estará perto da sua origem Divina. Esse é o seu verdadeiro poder.
Medite… Por um lado você se torna bem-aventurado e, por outro, sábio: O silêncio é o caminho que te leva ao Divino.

Só existe felicidade em Deus e com Deus!

Fonte: Katiabueno.blogspot.com