Recado das Estrelas


As pessoas da Terra parecem insanas, pois digladiam-se a todo instante, mais parecendo bestas em fúria do que seres espirituais em evolução. Mesmo nos momentos de sossego, suas mentes estão fermentando ressentimentos, intriga e jogos de mágoa.

Ah, meus irmãos da Terra! Como suas disposições mentais são imaturas e quão infelizes estão os seus corações.

Por que chafurdam em tão tolas intenções? Que misterioso trauma causou esse vazio espiritual em suas vidas?

Vários povos extraterrestres estão observando a vida dos homens da Terra, e uma pergunta é comum entre eles: “Porque a manifestação do homem terrestre é tão violenta?”

Esses viajantes das estrelas transpõem as dimensões siderais transportando os “genes espirituais” do amor cósmico  em suas “naves-sentimento”.  Silenciosamente, nos bastidores da vida humana, eles estão canalizando idéias lúcidas, universalistas, através da sensibilidade de algumas pessoas preparadas para este mister. Suas intenções são bem claras: estirpar a ignorância e fazer um “saneamento básico das mentalidades humanas”.

Irmãos da Terra! recebam nosso carinho e curem suas mentes.

Preparem-se espiritualmente para um contacto mais intenso com os irmãos do espaço. Abram a percepção para as estrelas, mas sempre a partir do coração. Percebam nossa presença invisível por enquanto, mas não nos busquem com o ego e nem com a violência que caracteriza seu viver terrestre. Não somos deuses e nem sabemos tudo. Somos apenas viajantes estelares, vizinhos interplanetários, tentando ajudá-los na caminhada evolutiva. Somos seus irmãos, filhos da mesma LUZ CÓSMICA. Contacte-nos pelo pensamento lúcido e pelo “Amor-Sabedoria”.

Não temam o advento de cataclismos ou de convulsões terrestres fomentadas pela sua ignorância. Temam apenas o submetimento de seus espíritos aos domínios da intemperança e da imaturidade.

A maior catástrofe já mora em suas vidas, é a violência que campeia os desvãos de seus atos.

E a maior convulsão terrestre já está em andamento, é o choque dos valores existenciais que convulsionam seu interior.

Portanto, cuidado com os “vulcões do ódio”, os “terremotos da dúvida”, os “maremotos da falta de esperança”, as “agitações da mente” e as “tempestades do coração”.

Estamos invisivelmente com vocês, hoje nos corações sensíveis ao bem, amanhã nas mentes irmanadas aos objetivos coletivos da evolução e em breve no plano físico, ostensivamente, com nossas “naves-sentimento”, brilhando em seus céus que, em verdade, são os céus do nosso Criador.

Lembrem-se de agradecer ao “Poder-Amor-Superior”, que lhes dá a oportunidade da Evolução e dirijam a Ele , não a nós, suas aspirações espirituais.

Viajamos pelo espaço sideral e observamos silenciosamente o desenrolar do drama humano na terra, mas em nenhum instante, apesar da sua violência, nós deixamos de amá-los como nossos irmãos.

Esperamos que este texto toque o melhor lado das pessoas e que esclareça a todos quais são nossos objetivos aqui na Terra.

Vençam a violência, desarmem os espíritos e esperem com paciência o chamado do Alto para o grande contacto de nossas consciências na luz da vida Infinita.

Anúncios