A Raposa e as Uvas (Esopo)



Uma raposa que vinha pela estrada encontrou uma parreira com uvas bem maduras. Passou horas pulando para alcançá-las, mas sem êxito em suas tentativas….

Aborrecida, deixou o local e murmurando para si mesma dizia que não queria as uvas porque estavam verdes. Já tinha caminhado alguns metros quando escutou um ruído de algo caindo ao chão. Voltou, imediatamente, à árvore mas, ao chegar lá, percebeu que um galho havia caído e que as apetitosas uvas continuavam no mesmo lugar na árvore.

Mais uma vez, decepcionada, dizia: “não as quero, estão verdes”. Foi embora dali.

(QUEM DESDENHA QUER COMPRAR/É FÁCIL DESPREZAR AQUILO QUE NÃO SE PODE ALCANÇAR/AQUELES QUE SÃO INCAPAZES DE ATINGIR UMA META TENDEM A DENEGRÍ-LA, PARA DIMINUIR O PESO DO SEU INSUCESSO).

Anúncios

Um comentário sobre “A Raposa e as Uvas (Esopo)

Os comentários estão desativados.